Exibir mobile menu

A arquitetura brutalista floresceu em meados dos anos 50. Seus projetos privilegiavam a essência estrutural das edificações, de maneira a nunca esconder os seus elementos básicos.
O concreto pesado e o metal aparente revelavam a fragilidade humana diante das dimensões urbanas.
Fotografia: Max Cornwall     |      Modelo: Ava Hilmarsdottir